Nova Ducati Diavel

A nova Ducati Diavel tenta juntar características de diferentes segmentos numa única moto tornando-a uma moto inacreditável. O lançamento mescla uma custom com uma naked superesportiva tanto no design quanto no desempenho (O garfo dianteiro longo e curvado a deixa com uma aparência de custom, enquanto o grande motor aparente denota uma naked).

A combinação desses elementos é inédita e torna difícil enquadrar a Diavel em apenas um único segmento. O braço oscilante traseiro de 635 mm de comprimento é ajustável. Os freios Brembo são de duplo disco na frente de 320 mm de diâmetro e disco simples atrás com 265 mm.

A Ducati Diavel, como a Multistrada traz um sofisticado sistema que seleciona o tipo de condução da moto. O modo Urban limita a potência do motor a 100 cv, e o DTC (Ducati Traction Control) fica no modo 5 dos 8 disponíveis. No modo Touring a potência chega os 162 cv totais, mas o controle de tração ainda é no nível 3. Para liberar todo o poderio da motocicleta, o modo Sport desativa o DTC e despeja todos os 162 cv na roda traseira, fazendo a Diavel acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 2,6 segundos, tornando-a a moto mais rápida da Ducati.

Também como a Multistrada, traz o sistema Hands Free, que dispensa o uso de chave para dar a partida na moto. Diante do piloto estão uma tela LCD com velocímetro, conta-giros e marcador de combustível, e uma futurística tela colorida TFT com informações adicionais como o modo de condução, a configuração do DTC, entre outras informações. O assento principal fica a 770 mm do chão e o peso bruto chega aos 210 kg na versão básica e 207 na Carbon. Ambas estão disponíveis na Europa nas cores vermelho ou preto por 16.990 euros (R$ 38.600) na versão básica e 19.990 euros (R$ 45.400) na Carbon.

FONTE


Espalhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Continue lendo

Posts relacionados

As gerações da Honda CG

A motocicleta mais vendida no Brasil nasceu na fábrica da Honda, em Manaus, em 1976. Desde então, foi passando de geração em geração criando variantes

Transformando uma Yamaha XJR 1300

A empresa de customização Deus Ex Machina apresentou, em Milão, uma customização sensacional (e simples) da robusta Yamaha XJR 1300. O projeto, chamado apenas de

Motocross em Super Slow Motion

Existem tantas coisas sensacionais que acontecem ao nosso redor e que os nossos olhos não podem captar que todas elas passam despercebidas. Isso sempre acontecia,