As gerações da Honda CG

A motocicleta mais vendida no Brasil nasceu na fábrica da Honda, em Manaus, em 1976. Desde então, foi passando de geração em geração criando variantes como a Cargo, Job e a Fan, transformando-se em Titan (pela sua fama de resistente) e continuando a ser a pioneira em muitos seguimentos, como a primeira a usar álcool como combustível e a primeira 150cc no mundo a usar um motor bicombustível.

Eu, particularmente, não sou muito fã da CG (gosto de motos maiores), mas sou simpático à sua história no mundo do motociclismo e acompanho, na medida do possível, o embate acirrado (em termos tecnológicos) com a sua rival YBR, da Yamaha. Mas, como estamos falando de CG, trouxe esse infográfico que mostra a evolução e destaques das gerações da moto da Honda:

timeline-honda_3

Fonte: G1 Motos.

Espalhe:

Facebook
Twitter
Pinterest
WhatsApp
Rogério Lima

Rogério Lima

Rogério Lima hoje é publicitário, mas já foi vendedor de Consórcios de Motos, trabalhou na Assistência técnica de Concessionárias das marcas Honda e Yamaha por mais de 2 anos. Também fundou uma das maiores Comunidades da C100 Biz no finado Orkut.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Continue lendo

Posts relacionados

As gerações da Honda CG

A motocicleta mais vendida no Brasil nasceu na fábrica da Honda, em Manaus, em 1976. Desde então, foi passando de geração em geração criando variantes

Transformando uma Yamaha XJR 1300

A empresa de customização Deus Ex Machina apresentou, em Milão, uma customização sensacional (e simples) da robusta Yamaha XJR 1300. O projeto, chamado apenas de

Motocross em Super Slow Motion

Existem tantas coisas sensacionais que acontecem ao nosso redor e que os nossos olhos não podem captar que todas elas passam despercebidas. Isso sempre acontecia,